Publicado em 20/05/2022 às 15h48.

Roubos a motoristas por app têm aumento de 27,5% no primeiro quadrimestre de 2022

Os bairros com maior número de ocorrências são Valéria, Águas Claras, São Caetano, Fazenda Grande do Retiro e Alto de Coutos (Subúrbio Ferroviário)

Redação
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

 

O número de roubos a motoristas por aplicativo registrou elevação de 27,5% no primeiro quadrimestre deste ano em Salvador, em comparação com o mesmo período de 2021.

Ao menos 408 motoristas foram vítimas, entre janeiro e abril de 2022, de ações de violência no momento de prestação de serviço. Já no ano anterior, no mesmo período, foram contabilizadas 320 ocorrências contra os profissionais, segundo o Sindicato dos Motoristas por Aplicativos do Estado da Bahia (SIMACTTER).

Presidente do SIMACTTER o vereador Átila do Congo (Patriota) atribui às plataformas que disponibilizam os aplicativos de mobilidade a culpa sobre as ocorrências.

Nesta semana, na última terça-feira (17), pelo menos, cinco profissionais foram abordados por criminosos e tiveram perdas materiais, entre eles um motorista acabou sendo vítima de tentativa de latrocínio, no Subúrbio Ferroviário. Já no sul da Bahia, na segunda (16) outro trabalhador foi encontrado morto após aceitar uma corrida e desaparecer.

Atualmente, os bairros com maior número de ocorrências reportadas pelos profissionais de Salvador são Valéria, Águas Claras, São Caetano, Fazenda Grande do Retiro e Alto de Coutos (Subúrbio Ferroviário).

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.