Publicado em 28/03/2016 às 15h40.

Salvador: terminal de contêineres reduz consumo de água em 50%

Toda a água captada das chuvas já supre 100% da limpeza dos equipamentos do porto da capital baiana

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Pouco mais de um ano após a implantação de sistemas de monitoramento e reaproveitamento de água, o terminal de contêineres do Porto de Salvador, localizado na cidade baixa da capital, superou a expectativa de reduzir em 40% o consumo de água potável e já alcançou o patamar de 50%.

Uma das medidas para otimizar o uso do insumo foi a instalação de um tanque com capacidade para 25 mil litros que armazena toda a água das chuvas que é recolhida por captadores e utilizada na lavagem semanal dos equipamentos, entre eles tratores e empilhadeiras.

O atual sistema hidráulico permite, ainda, acompanhar com detalhes o funcionamento da rede de abastecimento. Caso ocorram vazamentos é possível verificar e reparar rapidamente a falha. Outra medida é o reaproveitamento da água descartada no uso de chuveiros e pias, bem como das descargas dos banheiros.

De acordo com o Tecon Salvador, além da medida atender às motivações ecológicas e sociais estabelecidas pela organização já é possível constatar a redução nos custos. Segundo o terminal, o reuso proveniente das precipitações supre toda a necessidade de higienização dos equipamentos, sem a necessidade de utilização de água potável.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.