Publicado em 06/07/2016 às 16h38.

Sindicato nega explosão em túnel; operários passam bem

Os homens trabalham na construção da Linha Azul, via que ligará a Orla Atlântica ao Subúrbio Ferroviário pelas avenidas Pinto de Aguiar e Gal Costa

Redação
Foto: Leitor/ bahia.ba
Foto: Leitor/ bahia.ba

 

Seis trabalhadores que inalaram fumaça na manhã desta quarta-feira (6) após um defeito em um equipamento utilizado na obra de um túnel da Avenida Gal Costa, em Salvador, já estão em casa.

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial do Estado da Bahia (Sintepav) informou ao bahia.ba que não houve explosão, informação contrária ao boato que viralizou nas redes sociais.

“O mangote do motor de um compressor se soltou do equipamento e, como ele funciona sob pressão, gerou muita fumaça”, disse Alex Sousa, do setor de segurança do trabalho.

Ainda de acordo com o Sintepav, os operários foram submetidos a tratamento por nebulização e liberados após avaliação da equipe médica do trabalho.

Eles atuam pelo Consórcio Transoceânico na construção da Linha Azul, via que ligará a Orla Atlântica ao Subúrbio Ferroviário pelas avenidas Pinto de Aguiar e Gal Costa. O túnel onde ocorreu o incidente fica próximo ao Estádio de Pituaçu.