Publicado em 12/11/2015 às 14h00.

Trajetória do Ilê Aiyê é contada em seminário

Marcado para esta sexta-feira (13), evento comemora os 42 anos de fundação do primeiro bloco afro do país

Redação

Um seminário sobre a trajetória do Ilê Aiyê será realizado nesta sexta-feira (13), às 14h, na Avenida Sete de Setembro, no Edifício Brasil Gás (mesmo prédio da Fundação Pedro Calmon). O evento, que faz parte da programação do Novembro Negro, vai mostrar como o primeiro bloco afro do país contribuiu para preservação, valorização e expansão da cultura afro-brasileira. Vovô do Ilê (Antônio Carlos dos Santos) e Arisio (Osvalrisio do Espírito Santo), presidente e diretor do bloco afro, respectivamente, e Arany Santana, que hoje está à frente do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), da Secretaria de Cultura (Secult), vão marcar presença no seminário, promovido pelo Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela. Conhecido como O Mais Belo dos Belos, o Ilê Aiyê nasceu no Curuzu há 42 anos. No Carnaval do próximo ano, o bloco vai homenagear o Recôncavo Baiano.

Mais informações:

(71) 3117-7448/7438

E-mail: cr.racismo@sepromi.ba.gov.br ou cr.racismo@sepromi.ba.gov.br