Publicado em 29/04/2016 às 10h20.

Universitários baianos participam de competição de robótica no México

Alunos da Unifacs criaram um robô capaz de localizar vítimas de desastres, como tsunami, terremoto ou desabamento

Redação
Equipe Robótica. Foto: Divulgação/Unifacs
Equipe Robótica. Foto: Divulgação/Unifacs

 

Um robô capaz de localizar vítimas de desastres, como tsunami, terremoto ou desabamento, é o passaporte que vai levar quatro alunos de engenharia mecatrônica da faculdade Unifacs ao México, na próxima segunda-feira (2), para participar do Prêmio Laureate de Excelência em Engenharia e Robótica. Lucas Leite, Ramon Valeriano, Brunno Araújo e Luan Passos desenvolveram um robô capaz de localizar vítimas de desastres e determinar a situação em que se encontram.

A equipe de Salvador é a única representante da América do Sul a concorrer ao prêmio de US$ 20 mil. O robô ganhou o nome de Heimdall, em referência ao deus da mitologia nórdica, que tem os dons da presciência, visão e audição aguçadas.

Heimdall possui sensores térmicos e de gases, como oxigênio, hidrogênio, monóxido de carbono. Além disso, possui detecção de movimento e som e é capaz de andar em qualquer tipo de terreno. Na competição que ocorre na Universidade do Vale do México, nos dias 4 e 5 de maio, as habilidades do robô serão testadas em uma série de desafios de mobilidade como corredores estreitos, blocos simulando destroços e escadas.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.