Publicado em 17/09/2019 às 13h13.

Veículo da prefeitura é filmado sobre calçada e na contramão; veja vídeo

“E se fosse você fazendo isso? O que aconteceria?", questiona autor do flagrante; Transalvador diz que condutor, se identificado, será advertido

Alexandre Santos

 

Um veículo oficial do município foi filmado transitando pela contramão de uma via de grande circulação da capital baiana. O flagrante circula nas redes sociais.

“E se fosse você fazendo isso? O que aconteceria? Porque está fechado aqui, ele está fazendo isso. Dando uma contramão. O cidadão comum, se fizesse isso, seria prejudicado. É brincadeira? Tudo porque ele não quer dar uma volta que todo o cidadão brasileiro é capaz de fazer”, narra o autor do vídeo, enquanto observa o carro parado sobre uma calçada.

Nesse momento, o condutor aguarda a redução do fluxo na região. Em seguida, mesmo com outros automóveis passando, ele faz uma conversão à esquerda e segue no sentido contrário.

Quem transitava pela faixa direita da pista precisou desviar ou reduzir a velocidade até que o veículo com plotagem azul entrasse num estacionamento.

No momento da “manobra”, passaram pela via ao menos seis carros de passeio, duas motos, um caminhão, um ciclista e um ônibus.

Procurada pelo bahia.ba, a Transalvador confirmou que o veículo que aparece na imagem é um carro administrativo da prefeitura. A pasta diz que, se identificado, o condutor será advertido (leia a íntegra da nota abaixo).

Infrações são consideradas grave e gravíssima

Conforme a própria Transalvador, com base o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), executar operação de retorno passando por cima de calçada é infração gravíssima, com perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 191.54.

Já transitar pela contramão de direção em via com duplos sentido de circulação enquadra-se como infração grave, com perda de cinco pontos e multa de R$ 127.

Leia a íntegra da resposta da Transalvador:

“A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) esclarece que o veículo que aparece na imagem é um carro administrativo da Prefeitura e não é usado pelo órgão de trânsito para realizar fiscalização. A Transalvador já solicitou à Secretaria Municipal de Gestão (Semge) informações sobre em qual órgão o veículo está lotado. Ao identificar o condutor, o órgão de trânsito vai solicitar que ele seja advertido.”

PUBLICIDADE