Publicado em 25/07/2018 às 12h00.

Sérgio Moro diz que sempre agiu com ‘absoluta transparência’

Moro participou nesta quarta-feira (25) do Fórum Reconstrução do Brasil, promovido pelo Jornal Estado de São Paulo, na capital paulista

Redação

 

Foto: CGTN America
Foto: CGTN America

 

Ao comentar o confronto de decisões com o desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no início deste mês, sobre a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o juiz da 13a Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, titular da Operação Lava-Jato, disse que não vê como seus métodos podem ser considerados reprováveis, ao comentar .

Moro participou nesta quarta-feira (25) do Fórum Reconstrução do Brasil, promovido pelo Jornal Estado de São Paulo, na capital paulista.

“Podem me acusar de muita coisa, mas eu sempre agi com absoluta transparência”, disse o juiz.

Ao tomar conhecimento da decisão de soltura do ex-presidente, mesmo estando de recesso, Moro disse que Favreto não tinha competência para liberar Lula e pediu a manifestação do relator da Lava Jato em segunda instância, desembargador Gebran Neto.