Publicado em 17/07/2017 às 18h20.

Google Earth inaugura extensão ‘viajante’ com vídeos

O usuário conhecerá histórias de regiões do mundo; A Floresta Amazônica ganha documentário assinado por Fernando Meirelles

Redação
Versão brasileira do projeto conta a vida dos indígenas. Foto: Google Earth
Versão brasileira do projeto conta a vida dos indígenas. Foto: Google Earth

 

Quando foi lançado em 2005, o Google Earth trouxe ao usuário a oportunidade de, com o uso de imagens em 3D de satélites, explorar qualquer lugar do mundo, desde uma rua de uma metrópole até lugares remotos como um deserto.

Agora, a plataforma desenvolveu uma extensão que explora ao máximo a curiosidade daqueles que a usam. Denominado “Viajante”, o programa convida as pessoas a não só conhecer os lugares, mas também as pessoas importantes daquela região.

A partir desta segunda-feira (17), as primeiras histórias brasileiras passam a rodar na extensão. O projeto, chamado “Eu sou Amazônia”, traz 11 pequenos documentários sobre a região amazônica, produzidos pelo diretor Fernando Meirelles, que acompanham o cotidiano de comunidades quilombolas e indígenas.

Após assistir aos vídeos no computador ou no aplicativo disponível apenas para Android, o internauta terá acesso a dados nos mapas do Google, como índices de desmatamento na Floresta Amazônica ou a história dos rios da região.

Além da Amazônia, os usuários poderão também conhecer outros lugares do mundo, como o Alaska e Paris.

Os planos para o futuro do Viajante incluem uma rede aberta em que os visitantes poderão fazer upload de suas próprias experiências. “O Google Maps é uma ferramenta para se achar”, disse Rebecca Moore, diretora de engenharia do Google Earth, durante o evento de lançamento do projeto: “O Earth é para se perder”.