Publicado em 03/12/2018 às 21h00.

Presidente da Nigéria vai a público dizer que não morreu e nem é um impostor

Longos períodos em tratamento médico levaram a rumores de sua morte

Redação
Foto: Kacper Pempel/Reuters
Foto: Kacper Pempel/Reuters

 

O presidente da Nigéria Muhammadu Buhari precisou ir a público nesse domingo (2) para negar os boatos de que morreu e foi substituído por um impostor.

“Este é o meu verdadeiro eu, garanto a vocês”, afirmou Buhari, que classificou os rumores de sua morte de ignorantes.

No ano passado, Buhari passou, segundo informações da Folha, longos períodos em Londres, em tratamento médico. Em uma das ocasiões, deixou a Nigéria por sete semanas.

O governo divulga poucos detalhes sobre o caso, e sua ausência levou a boatos sobre sua saúde e notícias na internet dizendo que ele havia morrido.

“Muitas pessoas torceram para que eu morresse durante minha doença. Eu continuo forte”, disse Buhari, de 75 anos.

Ele foi eleito em 2015 e deve concorrer à reeleição no próximo ano.

Doença – Seus problemas de saúde são um dos argumentos da oposição contra sua campanha. Primeiro, o presidente nigeriano negou os boatos em um evento na Polônia, onde participa da COP 24, a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, realizada em Katowice.

De acordo com o o porta-voz da presidência, Garba Shehu, um nigeriano presente na reunião perguntou a Buhari se ele era real ou “o famoso Jubril do Sudão, seu suposto dublê”.

Diante da negativa do presidente, seus apoiadores riram e aplaudiram. Mais tarde, o presidente usou suas redes sociais para confirmar sua identidade.

“Uma das questões que surgiu na minha reunião com os nigerianos na Polônia foi sobre a questão de saber se eu fui clonado ou não”, disse Buhari. “Os rumores ignorantes não surpreendem. Quando eu estava fora, em licença médica, no ano passado, muitas pessoas esperavam que eu morresse.”

Veja: