Publicado em 13/06/2018 às 09h23.

‘O que me incomoda é envolverem minha mãe nisso’, diz Lúcio

O emedebista disse que não se importa sobre o que dizem a seu respeito por ter "consciência tranquila; quanto a Geddel, Lúcio afirmou que "em tese, ele é ficha limpa"

Redação
Foto: Reprodução/ Youtube
Foto: Reprodução/ Youtube

 

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB) descreveu nesta quarta-feira (13) a irritação pela vinculação da mãe dele, D. Marluce, no caso do bunker onde foram encontrados R$ 51 milhões em malas e caixas.

Os dois e o ex-ministro Geddel Vieira Lima viraram réus no Supremo Tribunal Federal (STF) devido ao escândalo e o parlamentar é alvo de ação no Conselho de Ética da Câmara Federal pela mesma razão.

Em entrevista à Rádio Metrópole, o emedebista disse que não se importa sobre o que dizem a seu respeito por ter “consciência tranquila”: “O que me incomoda é envolverem minha mãe nisso”.

“Quem conhece dona Marluce com toda certeza não acredita nisso. Uma senhora de 80 anos que praticamente não se locomove, vai poder cometer qualquer coisa? Me perdoe”, concluiu.

Quanto ao irmão, Lúcio disse que “em tese, ele é ficha limpa, por que não foi condenado” e afirmou que a relação dele com a fortuna encontrada pela Polícia Federal no ano passado em um apartamento no bairro da Graça, área nobre de Salvador, está sendo “esclarecida nos autos”.

Mais notícias