Publicado em 14/12/2017 às 09h20.

Ronaldinho será candidato a senador por partido de Bolsonaro, diz coluna

Craque posou para foto com vice-presidente do PEN com o livro "Mito ou Verdade". Ex-jogador disputará o Senado por Minas Gerais, segundo o colunista Lauro Jardim

Redação
Divulgação
Divulgação

 

O craque Ronaldinho Gaúcho será candidato a senador por Minas Gerais pelo partido PEN, futuro Patriota. Ele vai se filiar na próxima janela partidária em março de 2018, quando o presidenciável Jair Bolsonaro também oficializará a filiação à legenda.

A candidatura do ex-atleta foi discutida com o vice-presidente do partido, Gutemberg Fonseca, e outros dirigentes cariocas, segundo o colunista Lauro Jardim. Eles posaram juntos para uma foto com um livro sobre Bolsonaro nas mãos.

O ex-jogador de Barcelona e seleção brasileira cogitou anunciar a pré-candidatura no último sábado (9), em jogo beneficente no Mineirão, mas  preferiu adiar o pronunciamento por causa das fortes chuvas no estado, que deixaram centenas de desabrigados.

O suplente da chapa será o também ex-jogador Somália, que teve breve passagem pelo Vitória em 2005, e fez sucesso no São Caetano e Fluminense.