Publicado em 18/05/2017 às 10h03.

Temer entrou pela porta do lado e agora vai sair pela dos fundos

Temer estava em reunião com governadores quando a notícia estourou. Na saída, Rui Costa comentou: "Mais um episódio para atrapalhar a agenda positiva do país"

Levi Vasconcelos

Frase da vez

“A crise consiste precisamente no fato de que o velho está morrendo e o novo ainda não pode nascer. Nesse interregno, uma grande variedade de sintomas mórbidos aparecem.”
Antonio Gramsci, filosófo italiano (1891-1937)

 

Foto: GABRIELA BILO/ ESTADAO CONTEUDO
Foto: GABRIELA BILO/ ESTADAO CONTEUDO

 

Se Michel Temer fosse um brasileiro com os predicados que queria fazer parecer ter, logo que assumiu o mandato iniciaria as articulações para a convocação de novas eleições. Sairia maior. Ao invés disso, parido num esquema podre, pretendia fazer-se passar por limpo, o homem capaz de implementar as reformas que o Brasil precisa, no modo e na forma de ver dele. Esborrachou-se.

Até parecia que algo ele conseguiria. Justo agora, quando o país dava sinais de recuperação, mesmo aos trancos e barrancos, surge a delação do fim do mundo dele, que já era acusado de ter agenciado R$ 40 milhões para o PMDB.

As revelações de Joesley Batista, da JBS, e seu irmão Wesley são tidas como bombásticas, daquelas bombas com poder de detonar um presidente da República e são. Nas delações é alguém falando. Aí é o próprio presidente da República gravado, avalizando a compra do silêncio de Eduardo Cunha, o ártifice da queda de Dilma, hoje preso, mas em silêncio, recebendo a sua mesada para ficar calado. Confirma que em plena Lava Jato o jogo corrupto continua. E envolvendo o próprio presidente, de lambuja, sepultando de vez o que restava de moral de Aécio Neves, já fora do mandato, com a irmã presa e ameaçado de ir para a cadeia.
Ficou difícil para Temer. Ele só tem dois caminhos, renunciar ou postergar a própria agonia, o que leva o Brasil junto.

Ironia: Temer, que não subiu a rampa, entrou pela porta dos lados, teve a chance de descer, sair pela frente, perdeu e agora vai sair pela dos fundos, corrido, com medo da cadeia. Triste fim.

Rui lamenta

Temer estava numa reunião com os governadores quando a notícia estourou. Nenhum soube o que estava acontecendo, apenas que a reunião acabou rápido. Na saída, informado, Rui Costa comentou:

— Mais um episódio para atrapalhar a agenda positiva do país.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é Jornalista político, Diretor de Jornalismo do Bahia.ba, e titular da Coluna Tempo Presente do Jornal A Tarde.