Publicado em 04/12/2020 às 16h22.

Engenheiro baiano é premiado por trabalho voluntário na limpeza de praias

Arthur Sehbe foi o criador do grupo voluntário Guardiões do Litoral, que trabalhou na remoção das manchas de óleo que atingiram as praias em 2019

Redação
Foto: Mateus Morbeck
Foto: Mateus Morbeck

 

O engenheiro baiano Arthur Sehbe foi premiado pelo trabalho desenvolvido na remoção das manchas de óleo nas praias do litoral do estado. O criador do grupo voluntário Guardiões do Litoral ganhou o Prêmio Faz a Diferença 2019 na categoria “País”.

A premiação é uma iniciativa de O Globo, com patrocínio da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), e reconhece as melhores práticas em 16 áreas. A cerimônia de premiação aconteceu virtualmente, na última terça-feira (1º).

O engenheiro considera a atuação dos voluntários como de extrema importância para o desastre que atingiu as praias do Nordeste entre 2019 e 2020. Segundo ele, cerca de 5 mil pessoas trabalharam na remoção do óleo e aproximadamente 100 toneladas da substância teriam sido recolhidas no período.

“Precisamos de ação e união. Juntos somos uma potência. ‘#JuntosSomosMaisFortes’ não é apenas uma hashtag, é verdade”, afirma.

A premiação da terça-feira contou com a participação de Ricardo Galvão, ex-diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e professor titular da USP, vencedor da categoria “Ciência e Saúde”; Marília Cristina Silva Afonso, sargento do Exército e enfermeira no Hospital Pró-Cardíaco, vencedora da categoria “Rio”; e Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional e vencedor na categoria “Economia”. As jornalistas Míriam Leitão e Ana Lucia Azevedo.