Publicado em 24/07/2021 às 19h00.

Estudantes falam de suas expectativas para o início das aulas semipresenciais

Aulas para alunos do ensino médio terão início nesta segunda-feira (26) em todo o estado; fundamental começa no dia 09 de agosto

Leilane Teixeira
Foto Fernando Vivas/ GOVBA
Foto Fernando Vivas/ GOVBA

 

Com o inicío das aulas semipresenciais na rede estadual para estudantes do ensino médio marcada para começar nesta segunda-feira (26) em todo o estado, são grandes as expectativas dos alunos com o novo formato híbrido determinado pelo governo do estado ainda em meio à pandemia.

Em conversa com a estudante do 3º ano do ensino médio Vitória Queiroz, a jovem de 17 anos contou ao bahia.ba que ainda tem medo devido a pandemia, mas enxerga ser necessário.As expectativas não são muito boas porque os estudantes ainda não foram vacinados. Estou com bastante receio referente a isso, mas entendo que essa volta às aulas é necessária para os alunos, principalmente do terceiro ano, que vão prestar o enem no final do ano. Estou com receio, mas vou fazer minha parte e tenho expectativas que vai dar tudo certo”, sinalizou.

A estudante suegeriu ainda que a presença dos alunos de forma física na sala de aula deveriam ser apenas para alunos concluintes do ensino médio. “Acho que esse retorno, sobretudo nos dias em que serão presenciais, deveriam ser apenas para os alunos do 3° ano por conta do enem no final do ano, e as outras turmas deveriam voltar as aulas presenciais apenas quando todos estivessem vacinados”.

Questionada pelo bahia.ba sobre o prejuízo causado no alunos que vão realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), necessário para entrar na universidade, Vitória pontua não se sentir prejudicada porque não pretende fazer gradução no próximo ano. “Não me sinto prejudicada nesse sentido porque esse ano eu só vou prestar o Enem por experiência, não é o meu foco entrar na faculdade no ano que vem”, concluiu a estudante.

Já para Pedro Sampaio, de 16 anos e também estudante do 3° ano a esperança “é que esta nova fase se dê de uma forma segura e que todos nós, estudantes, tenhamos a consciência de seguir os protocolos de segurança para que o planejado da escola funcione. E, para além disso, espero rever meus amigos e professores fora da tela do computador”.

Fase híbrida

Neste primeiro momento, no dia 26 de julho, só devem ir para as aulas híbridas apenas os alunos do Ensino Médio das diferentes ofertas e modalidades. Para as demais etapas, incluindo o Fundamental nas suas diferentes modalidades e ofertas, o início das aulas semipresenciais será no dia 9 de agosto e, até esta data, esses alunos continuam com as atividades do ensino remoto. Para todas as situações, a realização das atividades letivas fica condicionada à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e à observância aos protocolos sanitários.

Cada turma de estudantes será dividida em duas. De acordo com o governo, todos os protocolos serão seguidos e estão disponíveis para consulta no endereço no portal da educação.

Ações

Com ensino híbrido, estudantes da rede estadual terão uma refeição a mais. Além disso, o governo investiu  R$ 305 milhões na requalificação das escolas para retomada das aulas presenciais. Foram realizadas manutenções e adequações que possibilitarão que os alunos sejam recebidos com mais segurança. Além disso, mais de dois milhões de máscaras de proteção individual foram entregues às escolas da rede estadual de ensino para a distribuição aos estudantes.

 

 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.