Publicado em 24/09/2022 às 17h00.

Ipec: 67% dos baianos dizem se sentir bem com a vida que levam

Em contrapartida, a pesquisa apontou que 25% se dizem insatisfeitos

Redação
Foto: Divulgação/ Setur-BA
Foto: Divulgação/ Setur-BA

 

Em pesquisa realizada pelo Instituto em Pesquisa e Consultoria (Ipac), divulgada na sexta-feira (23), mostrou os índices de satisfação do baiano com a vida. O levantamento foi contratado pela TV Bahia.

A pergunta direcionada aos entrevistados foi: “diria que se sente com relação à vida que vem levando hoje?” e a pesquisa indicou que 59% dos entrevistados responderam que estão satisfeitos, que junto com os 8% que se dizem muito satisfeitos fazem o estado ter 67% de pessoas que dizem se sentir bem com a vida que levam atualmente.

Além disso, 1% dos entrevistados não sabe ou não responderam. No entanto, a pesquisa apontou que 25% se dizem insatisfeitos e outros 7% se dizem muito insatisfeitos com a vida que levam hoje em dia. 

Com o total, o levantamento indica que 32% dos baianos não estão satisfeitos com a forma que vivem atualmente.

Segundo o Ipec, o nível de satisfação do povo baiano com a vida recua conforme diminui a renda familiar. Entre o grupo que ganha mais de dois salários mínimos, o nível de satisfação é de 74%, enquanto entre as pessoas que recebem até 1 salário, o nível de satisfação é de 60%.

Já em relação aos brancos, o índice de satisfação é de 76%, enquanto entre negros é de 65%.

Entre os dias 20 e 22 de setembro, o IPEC ouviu 1.504 pessoas, em 72 cidades do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, levando em consideração um nível de confiança de 95%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA – 05576/2022 (TRE) e BR – 04999/2022 (TSE).

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.