Publicado em 24/03/2020 às 08h34.

Justiça atende Anvisa e manda suspender monitoramento da Sesab em aeroportos

Governador da Bahia, Rui Costa disse que vai recorrer: "Acho inadmissível tamanha resistência de uma agência que deveria cuidar das pessoas"

Rayllanna Lima
Foto: Divulgação/GOVBA
Foto: Divulgação/GOVBA

 

Após barrar equipes da Secretaria do Estado de Saúde (Sesab) a atuarem contra o novo coronavírus (Covid-19) no aeroporto de Salvador, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decidiu acionar a Justiça para manter a proibição em todos os equipamentos na Bahia.

A informação foi compartilhada pelo governador, Rui Costa (PT), nesta terça-feira (24). “Não consigo entender a Anvisa, que está nos impedindo de fazer a medição da temperatura das pessoas que chegam à Bahia. A Anvisa entrou na Justiça para barrar nosso trabalho. Acho inadmissível tamanha resistência de uma agência que deveria cuidar das pessoas”, escreveu, em seu perfil no Twitter.

A Justiça acatou o pedido da Anvisa e determinou a retirada das barreiras sanitárias implementadas pela Sesab desta a semana passada, a fim de inspecionar voos nacionais vindos de São Paulo e do Rio de Janeiro, bem como internacionais que chegassem de áreas onde há casos de contaminação.

Os profissionais de saúde que atuam na pasta haviam conseguido, na última quinta-feira (19), decisão favorável da 3ª Vara Cível para continuar realizando testes para verificar possibilidade de passageiros contaminados pela doença.

O governador anunciou que vai mais uma vez recorrer da decisão.

Não consigo entender a Anvisa, que está nos impedindo de fazer a medição da temperatura das pessoas que chegam à Bahia. A Anvisa entrou na Justiça para barrar nosso trabalho. Acho inadmissível tamanha resistência de uma agência que deveria cuidar das pessoas. Vamos recorrer!