Publicado em 16/02/2016 às 09h40.

Pedidos de falência e recuperação judicial triplicam na Bahia

Os dados são da Serasa Experian e demonstram a extensão da crise econômica no estado

Redação
Foto: Tânia Rêgo/Fotos Públicas
Foto: Tânia Rêgo/Fotos Públicas

 

Entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2015, 19 empresas baianas pediram falência e outras 18 requereram recuperação judicial. No mesmo período do ano anterior, nove companhias tinham pedido falência e seis a recuperação. Os dados são da Serasa Experian e demonstram a extensão da crise econômica no estado. No entanto, a Justiça decretou duas falências em 2015, contra nove em 2014. Já em termos de recuperação judicial, em 2015 foram 14 deferidas e, em 2014, quatro.

No Brasil – Em 2015 foram realizados 1.783 pedidos de falência em todo o país, um aumento de 7,3% em relação aos 1.661 requerimentos efetuados em 2014. Das 1.783 solicitações efetuadas em 2015, 923 foram de micro e pequenas empresas, 415 de médias e 448 de grandes. Com informações da coluna Negócios, do jornal Correio.

PUBLICIDADE