Publicado em 03/05/2016 às 06h44.

Desembargador nega recurso do WhatsApp e mantém bloqueio

Com a medida, fica mantido o bloqueio do aplicativo de mensagem instantânea para clientes de TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel pelo período de 72 horas

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

O desembargador Cezário Siqueira Neto negou a liminar do mandado de segurança impetrado pelo WhatsApp, no final da tarde desta segunda-feira (2). A decisão do recurso foi publicada à 0h30 desta terça-feira (3) durante o Plantão do Judiciário do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE) e confirmada pela assessoria de comunicação do órgão na manhã desta terça.

Com a medida, fica mantido o bloqueio do aplicativo de mensagem instantânea para clientes de TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel pelo período de 72 horas, iniciado às 14h da segunda-feira (2).

A decisão é do juiz Marcel Maia Montalvão, da Vara Criminal de Lagarto, em Sergipe. O magistrado atendeu a um pedido de medida cautelar da Polícia Federal, que foi endossado por parecer do Ministério Público.

Temas: bloqueio , WhatsApp