Publicado em 21/09/2020 às 15h44.

Livraria Cultura pode ter falência decretada esta semana após recurso ser negado

Dívida gira em torno de R$ 285 milhões; novo plano de recuperação não foi aceito

Redação
Foto: Divulgação/Cultura
Foto: Divulgação/Livraria Cultura

 

A Livraria Cultura pode ter a falência decretara ainda esta semana após o pedido para apresentar um novo plano de recuperação judicial ter sido negado pelo juiz Marcelo Sacramone, da 2ª Vara de Falências de São Paulo. A decisão judicial obriga ainda a empresa a comprovar o cumprimento do plano de recuperação em até cinco dias. O prazo foi iniciado na última sexta-feira (18).

Segundo informações do portal IG, a dívida da livraria gira em torno de R$ 285 milhões. Os credores também já rejeitaram a possibilidade de um novo plano.

Ainda conforme a publicação, a Livraria Cultura alega que o plano de recuperação precisa ser revisto, por causa do impacto causado pela pandemia do novo coronavírus no fluxo financeiro. A empresa afirmou que irar recorrer da decisão.

Caso a falência da Cultura seja decretada, todo o dinheiro será utilizado para quitar as dívidas já existentes.