Publicado em 28/10/2020 às 13h03.

Mourão diz que governo ‘não defende nova Constituição’

'O presidente Bolsonaro em nenhum momento tocou nesse assunto', disse o vice-presidente

Redação
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta quarta-feira (28), que o governo federal é contrário à elaboração de uma nova Constituição. O assunto veio à tona após o Chile aprovar em plebiscito uma nova Constituição no país e o líder do governo Bolsonaro na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), trazer o tema para debate, alegando que a Carta Magna atual deixa o Brasil “ingovernável”.

Mourão avaliou que a iniciativa é um “voo solo” de Ricardo Barros. “Isso aí (nova Constituição) já me pronunciei durante a campanha eleitoral. Não tem mais o que falar porque a posição do governo hoje não é essa. O líder do governo é um parlamentar. Ele tem outras prerrogativas diferente de quem é, como no meu caso aqui, vice-presidente eleito com o presidente Bolsonaro, que em nenhum momento tocou nesse assunto. Até porque outros parlamentares já se pronunciaram contrários a isso aí”, disse Mourão.