Publicado em 28/10/2020 às 14h06.

Polícia desmente a Globo e afirma que assassino de Rafael Miguel não foi detido

Após o anúncio da suposta prisão de Paulo, a filha do empresário, Isabela Cupertino, namorada de Rafael Miguel, comentou nas redes sociais : "A justiça tarda, mas não falha"

Redação
Foto: Polícia Civil/ Arquivo Pessoal
Foto: Polícia Civil/ Arquivo Pessoal

 

O delegado-geral de Polícia de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, voltou atrás no anúncio da prisão de Paulo Cupertino, responsável pelo assassinato do ator Rafael Miguel, e afirma que o empresário não foi detido.

A informação foi dada em primeira mão pelo portal G1 com base na declaração dada pelo delegado, e desmentida pela Polícia Militar do Paraná.

Na última segunda-feira (26), a Polícia Civil descobriu que Cupertino havia feito uma identidade com uma certidão de nascimento falsa em Jataizinho, no norte do Paraná.

O foragido usava o nome falso de Manoel Machado da Silva para se esconder. Além do nome falso, a certidão de nascimento constava nomes diferentes dos pais dele e teria como origem a comarca de Rio Brilhante, no Mato Grosso do Sul. Os dois documentos foram cancelados.

Após o anúncio da suposta prisão de Paulo, a filha do empresário, Isabela Cupertino, namorada de Rafael Miguel, comentou nas redes sociais sobre a situação.

“Estou processando tudo. Por favor, me deem um pouco de tempo. A notícia veio de repente e eu não estava preparada. Logo entro em contato. Só posso dizer que o sentimento é indescritível, de alívio, espanto e paz”, escreveu Isabela.

A jovem ainda publicou uma foto de uma rosa branca no Instagram, afirmando que a Justiça havia sido feita. O pai da jovem está foragido há 1 ano e 4 meses.

“Essas três rosas simbolizam a paz que habita em nossos corações, a partir de hoje. 1 ano e 4 meses de angústia, incertezas e medo, muito medo de um final sem justiça, alcançamos a maior de todas. Nem sei descrever o que sinto, só soube pensar em levar flores e buscar a paz. Entre lágrimas, suspiros e muitos outros sentimentos indescritíveis, eu desejo que vocês, finalmente, possam descansar. Obrigada a todos que rezaram, que cuidaram de mim esse tempo todo, nos meus momentos de crise, que olharam por mim, mesmo de longe e até mesmo sem me conhecer. A justiça tarda, mas não falha”, disse.