Publicado em 23/06/2022 às 11h20.

Procurador que agrediu a chefe durante expediente é preso em São Paulo

A autoridade policial apontou que o acusado 'vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho'

Redação
Foto: Reprodução, TV Globo
Foto: Reprodução, TV Globo

 

 

O procurador Demétrius Oliveira de Macedo, de 34 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (23), em São Paulo. A justiça havia determinado a detenção dele na quarta (22), por ter espancado  a procuradora-geral da prefeitura de Registro (SP), Gabriela Samadello Monteiro de Barros, na segunda-feira (20).

prisão preventiva do procurador foi pedida do delegado Daniel Vaz Rocha, que está responsável pelo caso. A autoridade policial apontou que o acusado “vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública”.

Após o procurador ter sido encontrado, o delegado-geral de São Paulo, Osvaldo Nico Gonçalves, informou em entrevista que Demétrius havia se internado em uma clínica. O procurador passará pelo Palácio da Polícia na capital paulista, onde será cumprido o mandado de prisão, depois pelo Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito, e então será conduzido a Registro, onde permanecerá preso.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.