Publicado em 11/08/2020 às 15h25.

Setor privado será protagonista do desenvolvimento sustentável, diz Mourão

Em reunião com países que abrigam a Amazônia, vice-presidente defendeu financiamento de bancos privados em estímulo à bioeconomia

Redação
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

 

O vice-presidente Hamilton Mourão atribuiu ao setor privado o protagonismo no desenvolvimento sustentável na Amazônia, não ao poder público. Em videoconferência com representantes de países que também abrigam a floresta, como Colômbia, Peru e Bolívia, o presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal afirmou que as empresas estarão no centro dessa preservação devido à criatividade e inovação “próprias do espírito empreendedor do setor privado”.

De acordo com informações do G1, o vice-presidente afirmou ainda que o Brasil deverá trabalhar com o apoio de empresas e da sociedade civil até que a “bioeconomia” seja a “nova fronteira da expansão da atividade humana” na região.

“Para que tudo isso funcione, é necessário que se coloque dinheiro. Então, o financiamento por parte de bancos privados e bancos de desenvolvimento é fundamental”, afirmou.

Mourão citou a necessidade de usar rios da região para escoar produtos a partir de pequenos portos existentes na Amazônia, com financiamento desses bancos.