Publicado em 25/02/2020 às 16h30.

Doria volta a defender Rui e pede que Bolsonaro faça mergulho na ‘humildade’

"Por mais que eu tenha diferenças ideológicas e políticas com o governador Rui Costa, ele é governador eleito democraticamente", disse o tucano

Breno Cunha / Matheus Morais
Foto: Tiago Cruz/bahia.ba
Foto: Tiago Cruz/bahia.ba

 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a defender nesta terça-feira (25), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), contra as acusações do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), de que o petista teria ordenado a morte do miliciano Adriano da Nóbrega.

O tucano também criticou os posicionamentos de Bolsonaro e sugeriu que o presidente faça um “mergulho na humildade”.

“Por mais que eu tenha diferenças ideológicas e políticas com o governador Rui Costa, ele é governador eleito democraticamente. É preciso ter respeito pela democracia. É hora do presidente Bolsonaro repensar e, talvez, fazer um mergulho na humildade e repensar o papel que ele representa para o Brasil”, ressaltou Doria em conversa com jornalistas no circuito do Campo Grande.

PUBLICIDADE