Publicado em 25/02/2020 às 00h47.

Geraldo vai conversar com ACM Neto sobre declarações de Kannário contra PM

Segundo Geraldo, a situação incorre na Lei 9.484/2019, que veda o poder público de contratar artistas que façam apologia ao crime

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (Solidariedade), disse que vai conversar o prefeito ACM Neto diante das declarações de Igor Kannário contra policiais militares nesta segunda-feira (24), durante passagem pelo Campo Grande. O cantor e deputado federal chamou os agentes de agressores e disse que se alguma coisa lhe acontecesse, seria a mando de alguém da PM.

“O que vimos nesta segunda-feira de Carnaval, na apresentação de Igor Kannário, pode se configurar como uma infração desta lei, já que o artista promoveu um ataque contra patrulhas policiais militares estaduais. Foi um total desrespeito à honrosa e briosa Polícia Militar, instituição que há 195 anos protege baianos e turistas. A Procuradoria Jurídica da Câmara de Vereadores analisará o caso”, disse Geraldo.

O presidente da CMS se refere, na declaração, à Lei 9.484/2019, que veda o poder público de contratar ou patrocinar, direta ou indiretamente, artistas que façam apologia ao crime. Geraldo acredita que o prefeito ACM Neto agirá para combater o que chamou de “desrespeito às polícias”.

“Sou amigo do prefeito ACM Neto e sei que ele é muito sensível a questões como essa, em defesa da segurança dos cidadãos”, acrescentou.

PUBLICIDADE