Publicado em 24/02/2020 às 16h58.

Em passagem pelo Campo Grande, Kannário chama policiais de agressores; assista

"Se acontecer alguma coisa comigo, quem mandou me matar foi alguém da Polícia Militar"

Matheus Morais / Rayllanna Lima
Foto: Reprodução/TV Bahia
Foto: Reprodução/TV Bahia

 

Em passagem pelo circuito Osmar (Campo Grande) nesta segunda-feira (24), o cantor e deputado federal Igor Kannário (DEM) voltou a atacar publicamente policiais militares que atuam na festa.

“Eu quero uma vaia para a Polícia Militar da Bahia. Agressores. Venha me bater aqui em cima, seu bunda mole”, disse o parlamentar, que acrescentou: “Se acontecer alguma coisa comigo, quem mandou me matar foi alguém da Policia Militar”.

Pouco depois, o cantor pediu para que seus fãs se acalmassem e abrissem espaço para a polícia passar.

Em outro momento, Kannário parou a apresentação e acionou uma equipe da Salvar para socorrer uma foliã grávida que desmaiou no meio da multidão. Enquanto a equipe médica não chegava para prestar os primeiros socorros, o cantor jogou água mineral em uma tentativa de amenizar a situação.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.