Publicado em 01/12/2020 às 08h55.

82% das empresas estão atrasadas com adaptações à Lei Geral de Proteção de Dados

Sancionada em setembro, a norma tem o objetivo de proteger informações pessoais dos cidadãos

Redação
Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias
Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias

 

Um estudo feito pela consultoria ICTS Protiviti junto à 296 empresas brasileiras revelou que 82% delas ainda estão atrasadas em ações de adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), sancionada em setembro deste ano.

De acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S.Paulo, a lei tem o objetivo de proteger informações pessoais dos cidadãos e atinge sobretudo as companhias que armazenam dados de clientes e funcionários.

Infringir a norma pode resultar em multa, mas as penalidades só começarão a ser aplicadas em 2021.

Mais notícias