Publicado em 20/01/2021 às 21h00.

Apetite do consumidor por crédito cai 1% em 2020

Último recuo havia ocorrido em 2015, informa a Serasa Experian; com a pandemia, resultado era esperado

Redação
Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas
Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

 

O apetite do consumidor por crédito fechou 2020 com recuo de 1% no comparativo com 2019. Segundo a Serasa Experian, o último recuo no Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito havia ocorrido em 2015.Para o economista da instituição, Luiz Rabi, o ano atípico e caracterizado por insegurança econômica justifica o resultado.

“O consumidor precisou focar em gastos prioritários e deixou de lado alguns segmentos que impulsionam a demanda por crédito, como o automotivo”, disse. A análise por renda mostra que, levando-se em consideração o período de janeiro a dezembro de 2020, todas as faixas tiveram retração.

Segundo Luiz Rabi, as reservas financeiras fazem toda diferença para participação do consumidor no mercado de crédito diante da instabilidade econômica. “A população de menor renda geralmente não possui esse recurso, o que aumenta a insegurança e faz com que a sua participação no mercado de crédito se retraia mais intensamente”, ressaltou.