Publicado em 26/05/2020 às 16h40.

Auxílio emergencial chega a 51,4 milhões de pessoas registradas no Cadastro Único

Segundo o governo federal, valor total gasto com benefício será de R$ 29,43 bilhões

Redação
Foto: Romulo Faro/bahia.ba
Foto: Romulo Faro/bahia.ba

 

Dados do governo federal revelam que o auxílio emergencial de R$ 600 já contempla 51,4 milhões de brasileiros registrados no Cadastro Único (CadÚnico). Número representa 70% das pessoas cadastradas nas bases de dados do governo, segundo levantamento da Dataprev. Esse público inclui os beneficiários do Bolsa Família e os que estão inscritos no CadÚnico, mas não participam do programa de transferência de renda.

Os dados dos cidadãos indicados foram homologados pelo Ministério da Cidadania e enviados à Caixa Econômica Federal para os pagamentos. Dos 51,4 milhões indicados, cerca de 9,6 milhões são inscritos no CadÚnico e não beneficiários do Bolsa Família. Os outros 41,8 milhões são beneficiários do programa. Ao todo, o Cadastro Único reúne 73,4 milhões de cadastros.

Recebem o pagamento de forma automática brasileiros com direito a receber o auxílio emergencial inscritas no Cadastro Único até 20 de março, que não fazem parte do Bolsa Família e que são correntistas do Banco do Brasil ou têm conta poupança na Caixa.

No caso daqueles sem esses dois tipos de contas, o crédito é feito na Poupança Social Digital da Caixa, e poderá ser movimentado de graça digitalmente. Os saques em espécie podem ser feitos nos canais de autoatendimento e lotéricas, conforme calendário divulgado. Um montante de R$ 29,43 bilhões será aplicado nesta modalidade do auxílio.