Publicado em 21/10/2019 às 14h48.

Bahia ganhará nova refinaria privada de petróleo

Projeto da Brasil Refinarias prevê construção de uma unidade com capacidade para processar 735 barris por dia

Redação
Foto: ANP
Foto: ANP

 

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou nesta segunda (21) resumo do projeto da Brasil Refinarias para construção de uma unidade com capacidade para processar 735 barris/dia (117 m³/dia) na Bahia. A unidade é projetada para produzir óleo combustível, óleos especiais, nafta e parafina. autorizar o investimento.

A Brasil Refinarias é do grupo de logística Guindastes Brasil, que nos últimos anos entrou em projetos de exploração e produção, contratando blocos e campos com acumulações marginais ofertados em rodadas da ANP, de acordo com publicação

A companhia informou à ANP que a unidade já tem licença ambiental de instalação, válida até abril de 2022, e tem capacidade para 40 m³/d de óleo combustível, 32 m³/d de óleos especiais e 20m²/d de nafta, além de 16 m³/d em parafina, de acordo com publicação da agência Reuters.

Na 4ª rodada de acumulações marginais, a empresa contratou os campos de Araçás Leste e Jacumirim, ambos na Bacia do Recôncavo; e na 14ª rodada de concessão, o bloco SEAL-T-132, em terra, na Bacia de Alagoas. A Guindastes Brasil opera com 100% dos contratos.

PUBLICIDADE