Publicado em 20/07/2016 às 09h30.

BNB oferta fundo de R$ 4 bi para energia renovável na Bahia

Interesse é grande e já tem a proposta de financiamento para 40 projetos de pequeno a grande porte

Redação
Foto: Divulgação Eco residencial solar
Foto: Divulgação Eco residencial solar

 

O Banco do Nordeste (BNB) recebeu em quatro meses cerca de 40 projetos de empresas em Sociedades de Propósito Específico (SPE) em busca de recursos para a construção de sistemas eólicos e solares. O interesse pela procura se deve à volta do financiamento de projetos do segmento.

Também houve uma ampliação de público, uma vez que o BNDES agora financia, além de empresas, projetos individuais de pessoas físicas e até mesmo de condomínios e associações, sejam na zona rural ou urbana. Cada grupo pode requerer uma linha de crédito específica para a micro e a minigeração distribuída de energia elétrica com condições facilitadas.

O investimento pode ser financiado em até 100%, com bônus de adimplência de 15% e juros entre 9,5% a 15,5% ao ano. O recurso é do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). Já os projetos de grande porte também têm verbas disponíveis, mas em outras condições: financiamento de até 60% do valor, com prazo de até 20 anos e carência de até oito anos, com taxas de juros de 12,95% e bônus de adimplência 15%.

Conforme o BNB, o teto para a Bahia é de até R$ 4 bilhões previstos para aplicação do FNE em projetos em território baiano, cerca de R$ 500 milhões devem ser direcionados para micro e minigeração, por meio do FNE Sol.

Com informações do A Tarde.

PUBLICIDADE