Publicado em 28/07/2017 às 16h00.

Com rombo de R$ 35 bi, contas públicas têm pior resultado da história

A dívida bruta do setor público, dado acompanhado atentamente por investidores, avançou para 73,1% do Produto Interno Bruto

Redação
A consulta ao último lote estará disponível na página da Receita na internet ou por meio do Receitafone 146. (Foto: Reprodução/Fotos Públicas)
Foto: Fotos Públicas

 

Com rombo superior a R$ 35 bilhões no primeiro semestre deste ano, as contas do setor público consolidado – que englobam o governo federal e as administrações municipais e estaduais – tiveram o pior resultado da história.

O déficit, na prática, significa que despesas superaram as receitas com impostos no mês passado, na conta que não considera os gastos com pagamento de juros da dívida pública.

O débito bruto do setor público, dado acompanhado atentamente por investidores, avançou para 73,1% do Produto Interno Bruto, ou R$ 4,67 trilhões, novo recorde da série histórica, que começa em dezembro de 2006.

Já no acumulado de 12 meses até junho, o resultado do setor público ficou fortemente no vermelho. Foi registrado um rombo fiscal de R$ 167,19 bilhões no período – o equivalente a R$ 2,62% do Produto Interno Bruto (PIB).

PUBLICIDADE