Publicado em 14/09/2020 às 20h28.

Confiança do empresário da indústria se aproxima do nível pré-pandemia

Neste mês, indicador aferido pela CNI subiu pelo quinto mês seguido, ficando a 3,1 pontos da marca de fevereiro

Redação
Foto: José Paulo Lacerda/CNI
Foto: José Paulo Lacerda/CNI

 

Com aumento em cinco meses seguidos, o Índice de Confiança do Empresário da Indústria (Icei) para 61,6 pontos agora em setembro. O indicador aferido pela Confederação Nacional da Indústria está a 3,1 pts da marca de fevereiro, último mês antes da pandemia de Covid-19. Este índice varia de 0 a 100 pontos.

Na passagem de agosto para setembro, o Icei subiu 4,6 pontos. Para a CNI, de uma maneira geral, os empresários percebem que a economia está se recuperando e com o aumento da confiança, a indústria deve voltar a contratar trabalhadores e a investir.

Neste mês, tanto o Índice de Condições Atuais e como o Índice de Expectativas subiram. Com um aumento de 7,8 pontos frente a agosto, o primeiro alcançou 54,7 pontos em setembro. Já o Índice de Expectativas aumentou 3 pontos na comparação com agosto, indo para 65,1 pontos em setembro.

Ao ultrapassar os 50 pontos, o índice reflete a percepção de que a situação econômica, sobretudo em relação ao seu próprio negócio, está melhor na comparação com os últimos seis meses. Nos últimos cinco meses, a avaliação era negativa. Com informações da Agência Brasil