Publicado em 20/05/2022 às 14h59.

Confiança do empresário industrial cai 0,3 ponto percentual em maio

Icei saiu de 56,8 pontos em abril para 56,5 pontos em maio

Redação
Foto: Arquivo/Agência Brasil
Foto: Arquivo/Agência Brasil

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) caiu 0,3 ponto percentual no mês de maio, saindo de 56,8 pontos em abril, para 56,5 em maio, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta sexta-feira (20). As informações são da Agência Brasil.

De acordo com os dados CNI, o índice variou de maneira distinta entre os diferentes setores industriais. Dos 29 setores analisados, 14 demonstraram avanço da confiança no mês e 13 apresentaram queda na confiança. Apenas em dois setores, a confiança dos empresários continuou neutra.

O Icei pode variar entre zero e 100 pontos. Os valores que superam os 50 pontos mostram que o grau de confiança empresarial é maior e mais disseminado. Quanto mais próximo de zero, menor a confiança.

Em maio, os setores mais confiantes foram os de manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos, que atingiu 60,3 pontos; seguida do de biocombustíveis (60,2); produtos farmoquímicos e farmacêuticos (60,1); produtos diversos (59,8); e extração de minerais não metálicos, que fechou em 59,5 pontos.

Os setores que apresentaram maior queda na confiança foram os de produtos de borracha, com 50,6 pontos; produtos de limpeza, perfumaria e higiene pessoal (52,2); produtos têxteis (53); equipamentos de informática, produtos eletrônicos e outros (53,1); além do setor de couros e artefatos de couro, que ficou com 55.

Os dois setores em que a confiança empresaria não variou foram: confecção de artigos do vestuário e acessórios, e produtos de madeira.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.