Publicado em 26/10/2020 às 23h00.

Edmond M. Safra desiste de negócio no Brasil e compra banco nos EUA

Herdeiro do fundador do banco Safra levantou US$ 250 milhões para aplicar aqui ou na Argentina

Adriano Villela
Foto: Fotos Públicas
Foto: Fotos Públicas

 

Após levantar US$ 250 milhões em março, Edmond M. Safra desistiu de investir no Brasil ou na Argentina – como era seu projeto inicial – e comprou um banco nos Estados Unidos. As informações são da coluna Radar Econômico, da revista Veja.

O empresário é neto de um dos fundadores do Banco Safra, Edmond J. Safra, e sobrinho do atual chairman do grupo, Joseph Safra.

Os recursos foram conseguidos junto a parceiros na Argentina através do instrumento Special Purpose Aquisition Company – proposta especial de aquisição de uma empresa -, no qual recorre-se a capital de terceiros para comprar uma participação minoritária em um negócio atrativo.

Como o grupo não achou nenhum negócio envolvendo banco bom o suficiente no Brasil ou na Argentina, os cerca de R$ 1,4 bilhão no câmbio atual foram direcionados ao Finance of América Company, especializado em crédito para pessoas jurídicas. O banqueiro brasileiro terá 14,1% da empresa, listada na bolsa de valores de Nova Iorque.