Publicado em 15/06/2017 às 08h39.

Empresas do grupo J&F são colocadas à venda, diz S&P

De acordo com a agência de classificação de risco Standard & Poor's, irmãos Joesley e Wesley Batista planejam vender R$ 8 bilhões em ativos no curto prazo

Redação
Foto: Reprodução/UOL
Foto: Reprodução/UOL

 

Em relatório divulgado na última quarta-feira (14), a agência de classificação de risco Standard & Poor’s. informa que Joesley e Wesley Batista, donos da holding J&F, controladora do frigorífico JBS, planejam vender R$ 8 bilhões em ativos no curto prazo. Como parte desse plano, inclusive,  já estão à venda linhas de transmissão de energia e a Vigor Alimentos e estuda se desfazer ainda de Eldorado (celulose), Alpargatas (dona das Havaianas) e Flora (higiene e limpeza).

Como maiores credores do grupo, o Bradesco BBI e o Santander vão comandar a venda das linhas de transmissão e da Vigor. Até então, a empresa vinha negando que estivesse vendendo ativos.

Classificação – Também na quarta-feira, a S&P rebaixou a classificação de risco da J&F e de suas controladas JBS (proteína animal) e Eldorado.

Os reflexos da delação premiada dos irmãos Batista sobre os negócios do grupo estão no centro das preocupações da agência. Com informações da Folha de S. Paulo.