Publicado em 16/04/2021 às 06h39.

Escritório de agentes autônomos que saiu da XP entra no crédito imobiliário

EQI Investimentos fechou um acordo nesta semana com a gestora americana NCH Capital, que opera no Brasil

Redação
Foto: Arquivo/Agência Brasil
Foto: Arquivo/Agência Brasil

 

O escritório de agentes autônomos EQI Investimentos, que em 2020 trocou a XP Investimentos para montar sua própria corretora tendo a BTG como investidor, assinou nesta semana um acordo para a aquisição da área de fundos imobiliários da gestora americana NCH Capital, que opera no Brasil.

É o que conta à coluna Painel, da Folha de S.Paulo, o presidente da empresa, Juliano Custódio. “Eles são fortes na área imobiliária e do agronegócio. Agora somos sócios e vamos começar a entrar com força no mercado de fundos imobiliários, começar a ter funding para construtoras através da nossa gestora”, diz.

Uma das vantagens para a EQI é o fundo listado em Bolsa, que passa a ser gerido pela EQI na sociedade. “Isso nos dá a possibilidade de fazer follow-ons mais rápido, conseguir captar mais dinheiro de investidores para poder financiar mercado imobiliário, e o foco desse fundo e dessa asset é financiar loteamentos no interior do Brasil”, afirma Custódio.

O empresário vê um “êxodo” das grandes cidades rumo ao interior impulsionado pelo home office na pandemia. “Para entrar nessa tendência, em vez de lançarmos a nossa, compramos a deles, que já têm expertise. A ideia é que a EQI seja uma corretora completa. Vamos continuar agregando novas fontes de serviços e produtos financeiros”.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.