Publicado em 22/07/2016 às 21h00.

Governo paga mais R$ 264 mi do PIS/Pasep com prorrogação de prazo

Para receber o benefício é preciso ser inscrito no programa há pelo menos 5 anos e ter trabalhado ao menos 30 dias em 2014, com remuneração até dois salários mínimos

Jaciara Santos
PIS pasep
Retirada do abono pode ser feita nas agências da Caixa, casas lotéricas, terminais eletrônicos ou no Banco do Brasil (Imagem ilustrativa)

 

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, formalizou nesta sexta-feira (22), em cerimônia no Rio Grande do Sul, a prorrogação do prazo para saque do abono salarial do PIS-Pasep, ano-base 2014, anunciada pelo governo no dia 1º deste mês. Os saques poderão ser feitos a partir da próxima quinta-feira (28).

O Ministério do Trabalho informou que, desde o início do calendário do ano-base 2014, foram pagos mais de R$ 18 bilhões, para 22,27 milhões de trabalhadores, o que corresponde a 94,45% do total de pessoas com direito ao recurso. Nogueira espera que, com a prorrogação, pelo menos mais 300 mil trabalhadores consigam realizar o saque, totalizando R$ 264 milhões.

Têm direito a receber o abono quem está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; trabalhou por pelo menos 30 dias em 2014, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). A retirada pode ser feita nas agências da Caixa, casas lotéricas, terminais eletrônicos ou no Banco do Brasil.

PUBLICIDADE