Publicado em 09/08/2022 às 09h34.

IBGE confirma deflação do IPCA de 0,68% em julho

Afetada pelos combustíveis, a área de transportes teve a queda mais intensa (-4,51%) e pelo maior impacto para a queda nos preços (-1,00 ponto percentual)

Redação
Foto: Reprodução/ABF
Foto: Reprodução/ABF

 

Responsável pela mensuração oficial da inflação, o IPCA teve deflação de 0,68% no mês de julho. De acordo com informações divulgadas pelo IBGE nesta terça-feira (9), a queda foi causada pelos grupos Transporte e Habitação. As demais sete classes de despesas componentes do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) tiveram alta de preços no mês passado.

No acumulado do ano, o IPCA subiu 4,77%. Em 12 meses, o índice oficial possui variação de 10,07%.

A área de Transportes, afetada pela redução nos combustíveis (o preço da gasolina caiu 15,48% e o do etanol recuou 11,38%), respondeu pela queda mais intensa (-4,51%) e pelo maior impacto negativo (-1,00 ponto percentual). O grupo Habitação recuou 1,05% e contribuiu com -0,16 ponto percentual para o resultado geral do índice.

Alimentos seguem como a área de maior alta. No mês passado, o grupo registrou variação de 1,3%. Destaque para o leite longa vida, com maior impacto positivo no índice do mês (0,22 ponto percentual). O produto teve alta de 25,46%, após subir 10,72% em junho.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.