Publicado em 07/11/2019 às 07h37.

Itaú anuncia fechamento de 400 agências até o fim deste ano

Anúncio foi feito pelo presidente do banco, Candido Bracher, em teleconferência em que foram anunciados os resultados do terceiro trimestre da instituição

Redação
Foto: Creative Commons
Foto: Creative Commons

 

O banco Itaú anunciou nesta semana o fechamento de 400 agências até o final de 2019. O processo já havia sido iniciado no primeiro semestre deste ano, quando 200 agências tiveram as atividades encerradas. O anúncio foi feito pelo presidente do banco, Candido Bracher, durante teleconferência em que foram anunciados os resultados do terceiro trimestres da instituição.

A decisão faz parte do processo de digitalização do banco e, de acordo com o documento divulgado na terça-feira (5), está no âmbito da “busca por eficiência e a maior demanda por atendimento via canais digitais”, que resultaram na “redução anual de 5,7% das agências físicas no Brasil”.

Bracher afirmou, também, que as agências fechadas estão a menos de 500 metros de outras agências e não impactam o atendimento aos clientes.

“O fechamento de agências não impacta o atendimento ao público, tanto que temos crescimento do índice de satisfação dos clientes. É claro que as agências próximas umas das outras vão se esgotando e a decisão de fechar daqui para a frente vai requerer uma análise mais profunda. Mas não digo que não vai acontecer”, afirmou Bracher.

À revista Exame, a instituição afirmou que “a redução do número de unidades físicas é um movimento de reposicionamento da rede, coerente com as novas necessidades dos clientes e o aumento da procura por atendimento em outros canais, como internet, celular e agências digitais”.

Cerca de 3,5 mil funcionários aderiram ao programa de demissão voluntária (PDV), anunciado em setembro – o número corresponde a 50% dos funcionários que estavam elegíveis para o desligamento.

PUBLICIDADE

Mais notícias