Publicado em 23/10/2019 às 15h26.

Novos parques eólicos no sudoeste baiano devem gerar mil empregos

Os parques ficam nas cidades de Caetité e Tanque Novo; os projetos venceram recentemente o leilão de energia da Eneel

Redação
Foto: Divulgação/Atlantic
Foto: Divulgação/Atlantic

 

Nos próximos meses a Bahia deverá receber novos empreendimentos no setor de energia renovável. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), o estado deverá receber cerca de R$ 800 milhões em investimentos para os novos parques eólicos nos municípios de Tanque Novo e Caetité, ambas no sudoeste da Bahia.

Os parques eólicos devem gerar mil empregos diretos e estão na lista dos projetos comercializados no leilão de Energia Nova da ANEEL A6, que aconteceu na semana passada. Os empreendimentos fazem parte de um protocolo de intenções assinado no início do mês de outubro, entre a Atlantic Energias Renováveis e o Governo do Estado, por meio da SDE.

De acordo com diretor-presidente da Atlantic, José Roberto de Moraes, o apoio do governo baiano aos investidores tem sido estratégico para a viabilidade do negócio. Segundo ele, o resultado do leilão representa uma retomada da empresa nos projetos de energia. “Nós vamos continuar nessa ascendência de participação de leilões ou aquisições de empresas operacionais. Acredito que o mais importante na instalação de um empreendimento são os legados que ficam. Além de profissionais capacitados, os municípios ganham com os projetos sociais e autossustentáveis”, destacou o empresário.

O vice-governador, João Leão, e secretário de Desenvolvimento Econômico, afirmou que o novo investimento que chega ao interior do estado vai gerar mais postos de trabalho para os baianos e baianas, além de promover o desenvolvimento socioeconômico da região. A previsão é que as obras civis comecem no segundo semestre de 2020 e que o parque fique pronto em no máximo dois anos.

A Atlantic já opera na Bahia o Complexo Eólico de Morrinhos, localizado em Campo Formoso, a 450 km da capital baiana, na região Centro Norte. O Complexo possui seis parques eólicos, 90 aerogeradores e tem capacidade instalada de 180 MW, suficientes para abastecer 500 mil residências.

Leilão

A Bahia ficou com 65% de toda a energia eólica comercializada no Leilão de Energia Nova A-6, da ANEEL, realizado na última sexta-feira (18). Dos 44 projetos comercializados no certame, 24 são no estado, têm um total de 604,20 MW de capacidade instalada, contarão com investimentos de aproximadamente R$ 2,4 bilhões, e serão implantados até 2025 nos municípios de Uibaí, Tanque Novo, Ibipeba, Campo Formoso, Caetité e Brotas de Macaúbas. Líder no setor, o estado possui, atualmente, 160 parques eólicos em operação e 73 em processo de construção.

Sustentabilidade

Os novos parques da Atlantic Energias Renováveis poderão contar com o projeto socioambiental Ecofossa, já praticado em outros empreendimentos de energias renováveis do grupo no país. Pioneira no Brasil, a ação consiste no tratamento do esgoto de forma ecologicamente sustentável, dispensando o uso de produtos químicos e refletindo na proteção do solo, dos recursos hídricos e da saúde da população.

PUBLICIDADE