Publicado em 10/03/2022 às 10h44. Atualizado em 10/03/2022 às 11h04.

Petrobras volta a aumentar preços da gasolina, diesel e GLP

Novos valores entram em vigor na sexta-feira; petrolífera argumenta que novos valores segue dinâmica do mercado e visa evitar desabastecimentos

Redação
Foto: Geraldo Falcão/Agência Petrobras
Foto: Geraldo Falcão/Agência Petrobras

 

O preço da gasolina cobrado nas refinarias da Petrobrás passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro a partir desta sexta-feira (11). Diesel e GLP também sofrerão reajustes, conforme nota da estatal divulgada nesta quinta (10). Os novos valores correspondem a uma alta de 18% na gasolina e 25% no diesel.A companhia, que estava há 57 dias sem elevar os valores dos combustíveis, afirmou que mudou de rumo para acompnhar os outros atores do mercado.

“Tornou-se necessário que a Petrobras promovesse ajustes nos seus preços de venda às distribuidoras para que o mercado brasileiro continue sendo suprido, sem riscos de desabastecimento, pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores”, argumentou a petrolífera.

Na nota, a Petrobras ressalta que, considerando a mistura de 27% de etanol na gasolina vendida na bomba, a parcela da empresa no preço ao consumidor passará de e R$ 2,37, em média, para R$ 2,81 a cada litro .

Para o diesel, o preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras sobe a partir desta sexta-feira de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro. C9m mistura obrigatória de 10% de biodiesel, a contribuição da companhia no custo da bomba irá de R$ 3,25 para R$ 4,06 a cada litro. No GLP, a partir de amanhã, o preço médio de venda do GLP da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por quilo, equivalente a R$ 58,21 no botijão de 13 quilos. O último reajuste ocorreru há 152 dias.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.