Publicado em 26/05/2020 às 11h40.

Prévia da inflação ficou -0,54% na Região Metropolitana de Salvador

Segundo IBGE, para um mês de maio, foi o menor IPCA-15 em 20 anos

Redação
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

 

O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), ficou em -0,54% na Região Metropolitana de Salvador (RMS), no mês de maio deste ano.

O índice é bem abaixo do registrado em abril (0,09%), bem como do registrado em maio de 2019 (0,31%). Foi o menor IPCA-15 para um mês de maio, na RMS, em 20 anos, desde que se iniciou a série histórica regional para o índice, em 2000.

Considerando-se todos os meses do ano, foi a maior deflação em cerca de uma década, desde agosto de 2010, quando o IPCA-15 da RM Salvador ficou em -0,55%. O IPCA-15 funciona como uma prévia da inflação oficial do mês, refletindo os preços coletados entre 15 de abril e 14 de maio.

O índice de maio na RM Salvador (-0,54%) ficou um pouco acima do verificado no país como um todo, onde houve deflação de -0,59%, a maior medida pelo IPCA-15 desde o início do Plano Real, em julho de 1994.