Publicado em 07/01/2022 às 07h37.

Produtores de milho de Irecê esperam colher 350 mil toneladas na atual safra

Agricultures da região estimam também uma produtividade recorde, que viria depois dos prejuízos da safra perdida no ciclo passado

Redação
Foto: assessoria Faeb
Foto: assessoria Faeb

 
Produtores de milho da região de Irecê esperam colher este ano 350 mil toneladas do grão. Os agricultores – que seguem o sistema de sequeiro, que depende do ritmo das chuvas – também estimam atingir este ano uma produtividade recorde de 50 sacas por hectare.  As informações são da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb).

No ciclo passado, os produtores de milho amargaram uma quebra de safra. Este ano, além da produtividade maior, levantamento preliminar indica a utilização de 120 mil hectares para o cultivo, com alta de 15%. O milho produzido em Irecê abastece o mercado baiano e de outros estados do Nordeste, a exemplo de Pernambuco.

Everaldo Dourado, um dos produtores que apostam numa supersafra, contou que as lavouras estão em diferentes estágios, mas com desenvolvimento vegetativo satisfatório para o cenário atual. “A previsão é de finalizar o plantio nos próximos dias. Contudo, podemos dizer que já temos boa parte da safra garantida”, comemora.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.