Publicado em 08/08/2020 às 07h30.

Reforma de Guedes elevaria em 40% tributação sobre laboratórios de saúde

Segundo estudo de associação, entre os efeitos previstos está o desemprego na área, além de repasse de preços para operadoras de saúde

Redação
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

Um estudo feito pela Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica aponta que a proposta da reforma tributária do governo federal, feita pelo ministro da Economia Paulo Guedes, pode aumentar em 40,4% a carga tributária de laboratórios e clínicas de imagem.

Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, a pesquisa da instituição revelou ainda que, entre os efeitos previstos está uma possível leva de desemprego na área e o repasse de preços para operadoras de planos de saúde.