Publicado em 09/06/2016 às 11h40.

Salvador tem a maior variação da inflação pelo IPC em junho

A maior contribuição para a desaceleração veio do grupo alimentação, com destaque para o item hortaliças e legumes

Redação
(Foto: Valter Pontes/Agecom)
(Foto: Valter Pontes/Agecom)

 

Salvador foi a cidade que registrou maior inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) no início de junho, com alta de 0,84% nos preços. No entanto, o número representa uma desaceleração, uma vez que a variação na última medição foi maior, de 0,92%. As informações são da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Outras três das sete capitais pesquisadas registraram decréscimo em suas taxas de variação. Em Brasília, a inflação pelo IPC-S caiu de 0,53% para 0,28%. No Rio de Janeiro, de 0,71% para 0,69%. Em Porto Alegre, a taxa passou de 0,74% para 0,55%.

As cidades que registraram aumento da inflação pelo IPC-S foram Recife (de 0,67% para 0,68%) e São Paulo (de 0,56% para 0,64%). Em Belo Horizonte, o índice permaneceu estável, em 0,69%.

A inflação pelo IPC-S começou junho com perda de força – a variação foi de 0,59%, abaixo da taxa registrada na última divulgação, de 0,64%. A maior contribuição para a desaceleração veio do grupo alimentação (0,77% para 0,6%), com destaque para o item hortaliças e legumes, cuja taxa passou de 2,21% para -0,32%.

PUBLICIDADE

Mais notícias