Publicado em 12/04/2017 às 11h05.

Cézar Mendes recomenda livro sobre a história do samba

O compositor, um dos membros dos Tribalistas, é autor de músicas que foram gravadas por nomes como Gal Costa, Chico Buarque, Roberta Sá, Caetano Veloso e Carminho

Redação
Foto: Reprodução Facebook
Foto: Reprodução Facebook

 

O músico Cézar Mendes é “um dos melhores do mundo”, segundo já declarou Carlinhos Brown, seu parceiro. Aliás, por falar em parceria, Cézar, ou Cezinha, como alguns gostam de chamar, é um dos incensados tribalistas que fãs e imprensa todo dia acreditam que voltarão a se reunir – ele e Dadi são os outros dois, além de Arnaldo Antunes, Marisa Monte e o próprio Brown. No famoso disco de 2002, “Carnalismo” e “Pecado é lhe Deixar de Molho” são melodias suas.

Compositor, Cézar Mendes tem músicas em parceria com nomes como Caetano Veloso, Capinan, Quito Ribeiro, Arto Lindsay, além dos citados Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte. E já foi gravado por, entre outros, Roberta Sá, Gal Costa, Carminho e Maria Bethânia. O samba é uma de suas paixões mais profundas e perenes. E é por aí que vai a sua dica de livro aos leitores de #QuemIndica.

“Uma História do Samba” (Companhia da Letras – 2017), de Lira Neto, é a obra recomendada por Cézar Mendes. Para expor o motivo, o músico é sucinto e certeiro: “Falou de samba é comigo mesmo”. O livro, escrito por um dos mais importantes biógrafos do país, ganhador do Jabuti pela biografia de José de Alencar e autor da exitosa trilogia sobre Getúlio Vargas, é, de fato, uma biografia do gênero musical mais conhecido e representativo do Brasil.

uma historia do samba
Nesta obra, nomes como Donga, Tia Ciata, Cartola, Ismael Silva e Geraldo Pereira nos aparecem tão próximos e íntimos que reouvir suas grandes canções, após a leitura, torna-se ainda mais poderoso. Rico de informações, o livro traz uma visão aguda sobre a música e a cultura brasileiras, servindo também como uma espécie de pequena história do Brasil.

PUBLICIDADE