Publicado em 11/12/2019 às 21h20.

Salvador irá sediar a primeira edição na América Latina de festival de cinema negro

Evento já é realizado no Canadá, nos Estados Unidos e no Haiti; na capital, será realizado em novembro de 2020

Redação
Foto: Divulgação/Assessoria
Foto: Divulgação/Assessoria

 

A capital baiana vai sediar a primeira edição na America Latina do Black Film Festival, em novembro de 2020. Salvador é a cidade que abriga uma das maiores populações de pessoas negras fora da África.

Será a primeira edição na América Latina do festival de cinema negro, que já é realizado com sucesso no Canadá, nos Estados Unidos e no Haiti. O Salvador Black Film Festival é uma parceria da Giros Filmes e da Zaza Produções, com apoio institucional da Prefeitura de Salvador.

O evento é filiado aos festivais de cinema negro canadenses da Fabienne Colas Foundation – que engloba o Montreal Intl Black Film Festival, o Toronto Black Film Festival e o Halifax Black Film Festival.

Apelidada de “Rainha dos Festivais”, Fabienne tem mais de duas décadas de experiência em festivais. “O objetivo de trazer o Black Film Festival para Salvador é desenvolver a indústria local, os artistas e diretores baianos. É importante mostrar filmes negros para empoderar a próxima geração de cineastas, para que possamos ter produções de Salvador ganhando o mundo”, disse Fabienne Colas, cofundadora da SBFF, presidente e fundadora da Zaza Produções e da Fundação Fabienne Colas, considerada “Rainha dos Festivais”.

O festival foi lançado na última semana, durante coquetel para imprensa e convidados, no Espaço Cultural da Barroquinha, no Templo Afro-Brasileiro, em Salvador.

PUBLICIDADE