Publicado em 30/07/2017 às 17h55.

Bahia escorrega em casa e perde por 3 a 1 para o Sport

Com o placar negativo, o Tricolor continuou momentaneamente na 14ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro, com 19 pontos

Mateus Soares
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

 

Apesar de contar com o apoio de mais de 15 mil torcedores nas arquibancadas, o Bahia não cumpriu bem o seu dever de casa ao perder por 3 a 1 para o Sport Recife, neste domingo (30), na Arena Fonte Nova.

Com o placar negativo, o Tricolor continuou momentaneamente na 14ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro, com 19 pontos. A equipe do técnico Jorginho pode cair mais uma casa a depender do resultado do confronto entre Vasco e Atlético Paranaense.

Primeiro tempo – Os visitantes foram os primeiros a chegar com perigo na área adversária. Logo no primeiro minuto de jogo, o atacante Everton Felipe cruzou e Juninho cabeceou forte à direita do gol de Jean. Apesar da boa chegada, o árbitro já havia paralisado o lance por impedimento. Aos 6, foi a vez do Bahia dar o troco. O colombiano Mendoza recebeu de Renê Júnior, que girou e bateu com o pé esquerdo. A bola subiu demais.

Passados quatro minutos, Zé Rafael experimentou de fora da área. Após passe de Régis, o meia arriscou com um chute perigoso, mas o goleiro Magrão estava esperto e fez a defesa. Aos 17, bobeira de Jean. O arqueiro tricolor devolveu de graça para o volante Patrick, que cruzou na área, porém a bola não chegou na altura ideal para Juninho poder finalizar.

Aos 18 minutos, banho de água fria na torcida azul, vermelha e branca. Mendoza tentou passar de calcanhar e cedeu a posse para Rodrigo. O volante passou para Lenis, que acionou Everton Felipe. Sem marcação, o atacante guardou no fundo do gol: 1 a 0 para o Sport.

Depois do gol sofrido, o Tricolor pareceu ter “acordado” para o jogo, mas insuficiente para assustar os adversários. Nesta altura do duelo, a equipe do técnico Jorginho encontrava muita dificuldade para criar boas jogadas.

Aos 32, boa chegada do Esquadrão. Após bonito passe de calcanhar de Régis para seu xará Régis Souza, o lateral cruzou na cabeça de Rodrigão, mas a bola passou por cima do gol. Aos 34, troco da equipe rubro-negra. Juninho viu Jean mal posicionado e arriscou de fora da área com um chute forte. O goleirão se esticou todo para tentar tirar, mas para a sua sorte a bola foi para fora.

Aos 37 minutos, o estreante Régis Souza perdeu a posse de bola e a torcida do Bahia ficou bastante impaciente com o lateral.

Aos 41, em mais uma falta na área, Renê Júnior tentou empatar de bicicleta. No entanto, a bola veio fraca demais e Magrão ficou com ela.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

 

Segundo tempo – Mudança no Bahia. O lateral Régis Souza saiu para a entrada de Juninho. Com a entrada do meia, Matheus Sales assumiu a lateral direita.

Aos 7 minutos, bola na área dos rubro-negros. Juninho cobrou falta, mas a zaga pernambucana estava ligada e afastou o perigo. Aos 10, Magrão salvou o Sport com uma belíssima defesa. Régis cruzou e a bola sobrou para Zé Rafael. O meia soltou uma bomba e o goleirão foi no canto certo para evitar o empate.

Aos 13 minutos, festa nas arquibancadas com o gol de Rodrigão. Matheus Sales cruzou na área e o atacante desviou de cabeça. Tudo igual na Fonte Nova. O placar não demorou muito tempo. Aos 20 minutos da etapa final, Lenis ficou com a sobra depois de uma cobrança de escanteio. O atleta limpou e bateu cruzado. Depois, o zagueiro Ronaldo Alves apareceu bem e deixou o seu.

Em seguida, o comandante tricolor resolveu fazer as suas duas últimas substituições: Régis saiu para a entrada de Vinícius e o meia Gustavo Ferrareis entrou no lugar de Mendoza.

Susto na Fonte Nova aos 36 minutos. Everton Felipe deu um bom passe para índio e Renê Júnior apareceu para cortar. No entanto, por pouco o volante tricolor não marcou contra o próprio patrimônio.

Aos 44 minutos, o Sport perdeu a chance de ampliar com Everton Felipe, que ficou cara a cara com Jean. O atacante escolheu o canto esquerdo para bater, porém o camisa 1 do Bahia cresceu na frente dele.

Apesar da boa defesa, os pernambucanos ampliaram o placar pouco tempo depois do lance. Já nos acréscimos, Lenis recebeu na área e fez o seu: 3 a 1 para o Leão da Colina. Sem grandes lances, o juiz goiano Elmo Resende apitou o fim de jogo em Salvador.

Sequência – Agora, o próximo compromisso do Tricolor no Campeonato Brasileiro será diante da Chapecoense, nesta quarta-feira (2), às 19h30, na Arena Condá, no município de Chapecó, em Santa Catarina.

PUBLICIDADE