Publicado em 23/09/2020 às 18h40.

Governo de São Paulo veta retorno do público nos estádios

Medida vale tanto para jogos entre clubes como para a primeira partida da seleção nas eliminatórias da Copa, no dia 9

Redação

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O governo paulista anunciou que não vai permitir a volta dos torcedores em jogos de futebol. A possibilidade deste retorno foi ventilada após o Ministério da Saúde aprovar protocolo enviado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a prefeitura do Rio admitir liberar a plateia no Maracanã.

Segundo o coordenador do Centro de Contingência de Combate ao Coronavírus, José Osmar Medina, “não se recomenda a retomada de público em eventos associados a grandes aglomerações, como nas partidas de futebol. É uma decisão técnica”. A medida vale, portanto, também para a estreia do Brasil nas eliminatórias da Copa, no dia 9, na Neo Química Arena (estádio do Corinthinas).

O governador João Doria afirmou que o Estado não pode ter pressa para liberar a realização de eventos. “Aqui em São Paulo não há pressão política, econômica, partidária, assim como não há do esporte”, disse. “A missão do governo de São Paulo é preservar a vida de todos: jogadores, técnicos e jogadores”, comentou o governador.